21 de abr de 2009

Cinema - Banzai, "Beat" Takeshi!




Fui apresentado ao trabalho de Takeshi Kitano em 2001, através do filme "Brother". Esse,  tive o privilégio de assistir no cinema. Que filme! A partir daí, comecei a procurar mais coisas onde pudesse ver Kitano em ação.

Todos seus filmes são fortes, densos, carregados. "Carregadaços", diria eu, pessoalmente. Kitano consegue provocar um estado de suspense, uma tensão, muito diferente da que estamos acostumados à sentir. Ouso dizer que ele consegue transformar o filme num "mangá", porém com personagens reais e não "cartoons". Apesar que suas personagens são "cartoon-nianas".

Bom, deixa de papo e vamos à lista do que já vi deste "cara" fantástico: (na ordem em que foram vistos)

Brother - A Máfia Yakuza em Los Angeles (2000)

Gosto tanto deste filme que tenho o DVD original. Elenco competente! Kitano escreveu, atuou e dirigiu. Detalhe: chegou aos cinemas por aqui, apesar do restrito circuito em que apareceu, porque foi com este filme que Kitano "entrou" no mercado de Hollywood. A atuação de Omar Epps é outro ponto de destaque. A maneira como sua personagem é apresentada e se desenvolve na trama da história, é surpreendente! PS: A trilha sonora é Joe Hisaichi, o mesmo de "Princesa Mononoke".



Dolls (2002)

Este é um dos mais belos filmes que tive o prazer de ver. E um dos mais tristes também! Três histórias, contadas de uma maneira peculiar. Bem ao estilo Kitano. Densas. Profundas. Assustadoras, posso até dizer. Mas ao mesmo tempo, encantadoras, donas de uma beleza extraordinária! Paradoxos visuais magistralmente concebidos e apresentados. As histórias são trágicas, mas a fotografia do filme é tão bela... Verdadeira loucura.



Blood & Bones (2004)

Sem dúvida, meu preferido. Acredito ser o filme com a melhor atuação de Kitano. "Carregadaço". Uma história densa, difícil, forte. A postura peculiar de Kitano confere a essa personagem uma imagem aterradora. A frieza que a personagem demonstra a torna um monstro. Digna da interpretação monstruosa de Kitano.



Zatoichi (2003)

Até agora, o filme mais divertido que assisti onde Kitano atua. Também é sua a direção. Mas é impressionante sua atuação como cego. Como entusiasta do teatro, sei que para um ator, interpretar um cego e conferir veracidade à personagem é um desafio e tanto. Novamente vem Kitano com uma atuação magistral. E com histórias carregadas e bem contadas.


Ainda falta muita coisa para assistir produzido por este japonês fantástico. Mas acredito que estes filmes listados acima sejam as peças "mestras" na carreira de Kitano.

Arrisco dizer ainda que os filmes de Kitano vão influenciar muito novas obras de novos cineastas. A maneira como a narrativa é conduzida nos filmes que Kitano dirige são únicas, haja vista Brother, Zatoichi e Dolls.

Para quem quiser saber mais sobre "Beat" Takeshi Kitano, recomendo seu site oficial.