24 de mar de 2009

HQ - Graphic Novel: X-Men - O conflito de uma raça - Claremont e Anderson





Qual leitor de quadrinhos desconhece o termo graphic novel? Reza a lenda que o mesmo foi criado pelo mestre Will Eisner, ao apresentar sua obra Contrato com Deus (publicada no Brasil pela Editora Brasiliense) para seu editor.

Na época, Eisner não queria que a publicação fosse catalogada como um comic book, e a apresentou como sendo uma "graphic novel".

Tendo ou não sido o pioneiro no uso do termo, o fato é que isso "vingou". Hoje, ao pensarmos numa graphic, logo imaginamos uma publicação com tratamento de qualidade, papel idem, formato diferenciado, seja livro ou revista, e conteúdo de primeira (o que nem sempre acontece, convenhamos).

Pois bem, o dito termo foi nome de uma série homônima que fez história nas bancas nacionais. Graphic Novel, publicada pela Editora Abril entre janeiro de 1988 e junho de 1992, teve um total de 29 edições.

Começando com obras diferenciadas do Universo Marvel, logo passou a abranger também o Universo DC e, para surpresa de muitos leitores, chegou a trazer material europeu de qualidade. Várias edições traziam textos sobre a obra ou sobre os responsáveis pela mesma.

1- X-Men - O conflito de uma raça, por Chris Claremont (roteiro) e Brent Anderson (arte). Um grupo age executando friamente mutantes, e os X-Men são vitimas de um terrível complô, armado pelo reverendo Stryker. Essa história foi tomada como base para o filme X-Men 2.

(retirado de Universo HQ)