23 de dez de 2008

Feliz Natal! Feliz?

Inacreditável. O natal me deprime. Muito. A hipocrisia aflora e se faz presente em todo canto. As pessoas "desconhecidas" trocam gentilezas, sorrisos, obrigados e por favor... Mas é tão falso que chega a ser plausível, me dá ânsia.

Quando alguém me deseja feliz natal, olho em volta e penso... Feliz?
Lembro da TV... Feliz?
Vou à igrejas, templos, cultos... Feliz?
Passo por hospitais, cemitérios... Feliz?
Me recordo do que fizeram com Jesus... Feliz?
Vejo um garoto no Nepal que só quer meditar e em paz e tem que se esconder para isso... Feliz?

Depois que assisti ao documentário Terráqueos, perdi o significado da palavra "feliz"... Sinceramente, ela me traz uma lembrança enevoada de um certo apresentador de previsão do tempo...

Feliz... A única coisa que consegue me deixar feliz, é a consciência de que essa existência é o começo de uma longa jornada. E ela terá fim. Uma jornada "tentadora", afinal são inúmeras possibilidades. Agora, convenhamos... Feliz Natal é foda. O fato de saber que pertenço a uma minoria, me deixa preocupado. A realidade que presenciamos é muito triste. Enchemos a boca para dizer que somos 6.5 bilhões de pessoas sobre a terra... e 50% disso nunca usou um telefone. E mais outros tantos por cento morre de fome. Morre em guerras... Morre em filas de hospitais públicos...

Digo que sou minoria porque cheguei no "nível superior"... Quando olhei lá de cima, desisti. De verdade. Minha visão sobre o mundo é bem particular.

Fiquei com vontade de esculhambar o natal. Afinal, mentir é mesmo necessário? Tentamos ensinar as crianças a não mentir... Mas mentimos sobre o papai noel. Por que não esclarecer sobre quem foi o tal do Nicolau? Lí por aí que a imagem que temos hoje do tal noel, foi construída por uma marca maldita. Tenho esse péssimo hábito, de ler e depois não lembrar onde. Por que tudo isso é apoiado?

De onde viemos? Quem somos? Para onde vamos? Onde estamos?

As respostas me dão ânsia... Pergunto de novo: Feliz?

2009 anos depois, ainda não sabemos o que fazemos.

Hoje fiquei muito triste. Inconsolavelmente triste. Fui atrás de uma determinada música e descobri que seu intérprete "has passed away". Fica aqui a homenagem: